O FIM DO GOOGLE+ E CURTIDAS INSTAGRAM

Já imaginado há alguns anos, o Google+ E curtidas no Instagram

começou com um grande flop. Passando por uma fase de grandes polêmicas e tentando concorrer com o Facebook, o Google+ foi uma das maiores bolas fora da empresa da plataforma de pesquisa mais conhecida do mundo. Ele chega em 2019 ao seu previsível fim com pouquíssimos usuários e grandes falhas de segurança.

Desde dezembro de 2018 o Google já havia anunciado a decisão de desativar todas mais curtidas as contas, quer fossem pessoais ou empresariais em abril de 2019, e foi o que fizeram. Depois das brechas de segurança que colocaram em risco os dados dos mais de 50 milhões de usuários, a Google resolveu acabar com essa representação social de sua empresa.

A grande polêmica veio do fato de que esses 50 milhões de usuários, em sua grande maioria, não eram ativos. Esses foram criados à época que o Google forçosamente tentou fazer de sua rede social algo obrigatório para usufruir de algumas ferramentas da empresa, como e-mail ou Drive.

Hoje, a Google investe mais no YouTube, que sem sombra de dúvidas, é seu carro chefe, assim como maior gerador de renda e de hype. É essa a plataforma que pouco a pouco ganha mais recursos e se torna uma plataforma de vídeos mais interativa, versátil e inteligente.

Ser Youtuber hoje é uma profissão, e é para esses profissionais que a plataforma tem se voltado, criando funções para publicação de textos, vídeos curtos como os do Instagram Stories e até mesmo uma nova aba para encontrar amigos.

Com esse fervor, todos os esforços da Google precisam estar voltados à plataforma, já que todos os olhos do mundo estão voltados à mesma. E você, também está vendo o fervor do YouTube? Imagina que a plataforma possa desbancar a Netflix num futuro próximo? Nos conte o que pensa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *